SERÁ QUE EU TENHO RINITE ALÉRGICA?


Essa pergunta é muito comum no consultório otorrinolaringológico:

- Dra, será que o que eu tenho é rinite alérgica?


Rinite Alérgica

A chance da resposta ser SIM é grande, já que a rinite é muito comum. Ela afeta de 10-40% da população e reduz a qualidade de vida e o desempenho no trabalho ou na escola.

O otorrino vai fechar o diagnóstico da rinite alérgica a partir dos sintomas relatados pelo paciente e do exame físico. Não é necessário nenhum teste sanguíneo para fechar o diagnóstico. Obstrução nasal, espirros, nariz escorrendo (coriza) e coçeira nasal/ocular são queixas frequentemente referidas. Muitas pessoas referem ficar envergonhadas em ficar sempre assoando o nariz em público.


Estes sintomas geralmente pioram quando há exposição à poeira, ácaros, mofo e animais domésticos como cachorro e gato.

Ter parentes de primeiro grau com rinite e/ou asma é outra informação importante que reforça a suspeita.


Ao exame nasal, podemos ver a pele da região interna do nariz (mucosa) pálida, secreção clara e inchaço dos cornetos, popularmente conhecidos como “carne esponjosa do adulto”.

O tratamento envolve cuidados ambientais; uso de soro fisiológico e medicamentos como corticoesteroides tópicos nasais, antialérgicos via oral; e até mesmo a imunoterapia (vacinas).



Veja 10 dicas de como melhorar o controle da Rinite alérgica:

  1. Evite carpetes, tapetes, cortinas, pelúcias e objetos que acumulam poeira no quarto.

  2. O quarto deve ser limpo com aspirador (com filtro hepa) e pano úmido (não usar vassoura / espanador) 2 vezes por semana.

  3. Colchão e travesseiro devem estar cobertos com capa anti-ácaro (encontrada em lojas de colchão).

  4. A roupa de cama deve ser trocada toda semana.

  5. Limpe os ventiladores e filtros de ar condicionado 1 vez ao mês.

  6. Evite produtos de limpeza com cheiro forte. Se precisar entrar em contato, use luvas e máscara.

  7. Caso tenha animais de estimação (cachorro/ gato), deixe a porta do quarto fechada. Os animais não devem entrar no quarto.

  8. Combata a umidade excessiva e mofo.

  9. Combata as baratas, mantendo os alimentos bem armazenados.

  10. Não fume e evite ficar próximo a pessoas fumando.



DRA VANESSA B. C. ROCHA

CRM 162.728 | RQE – 66525

@dravanessaotorrino

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo