URGÊNCIAS EM OTORRINO I - SANGRAMENTO NASAL (EPISTAXE)

O sangramento nasal é muito frequente, especialmente no clima frio e seco. Em sua maioria são eventos benignos e autolimitados. Apenas 6% das epistaxes são graves e necessitam de intervenção otorrinolaringológica.

- Dra, e o que eu faço se meu nariz começar a sangrar?

Quando cortamos acidentalmente o dedo nosso primeiro instinto é comprimir o local do ferimento para parar de sangrar. Esse raciocínio também é válido para as epistaxes.

Permaneça sentado com o corpo inclinado para frente e aperte o nariz fortemente com os dedos da mão direita, fechando completamente as narinas. Respire pela boca.


Nunca deite, pois ficar engolindo sangue pode irritar o estômago e provocar vômitos. Se alguém puder ajudar, peça um pouco de gelo dentro de um pano ou sacola plástica e apoie sobre o nariz com a outra mão. O gelo ajudará a reduzir a circulação local e reduzirá o sangramento.


Faça a compressão e gelo local por 10 a 15 minutos sem parar. Não solte o nariz a todo minuto para ver se parou de sangrar, pois não dará tempo do coágulo se formar.


Caso o sangramento persista mesmo com as medidas acima procure imediatamente o otorrinolaringologista! Podemos realizar tampões nasais, cauterizações ou até cirurgias de urgência dependendo da intensidade e frequência do sangramento.

DRA VANESSA B. C. ROCHA

CRM 162.728 | RQE – 66525

@dravanessaotorrino

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo